Produção social na moradia no Brasil
panorama recente e trilhas para práticas autogestionárias
Capa do livro Produção social na moradia no Brasil
Categoria: Livros
Editora: Letra Capital
Páginas: 119
ISBN: 978-85-7785-503-2
Biblioteca: Produção discente
Local de publicação: Rio de Janeiro
Ano: 2016
Acessos: 3084
Avaliação dos usuários:  / 1 FracoExcelente 
Descrição

Nos últimos dez anos, o Brasil experimentou uma significativa expansão de formas associativas de produção habitacional, impulsionadas pela criação de uma política federal de financiamento direto a associações de famílias interessadas em autogerir seus próprios empreendimentos. Tal política teve início com o Programa Crédito Solidário em 2004, seguido, a partir de 2009, pelo Programa Minha Casa Minha Vida Entidades. Para analisar essa experiência, a Fundação de Direitos Humanos Bento Rubião, a ARCHE Consultoria, Planejamento e Projetos e o Observatório das Metrópoles promovem o lançamento do livro “Produção Social da Moradia no Brasil: panorama recente e trilhas para práticas autogestionárias” — um estudo inédito sobre as práticas associativas de moradia no país, a partir da análise de temas como tecnologias de gestão participativa, habitação de interesse social, entre outros.

O livro tem como base uma pesquisa exploratória em cinco estados do país (Rio Grande do Sul, São Paulo, Minas Gerais, Goiás e Pernambuco), cujo ponto de partida foi a busca do caráter inovador das experiências de habitação autogestionária, seja no âmbito dos projetos arquitetônicos-urbanísticos, das tecnologias de gestão participativa ou, ainda, das tecnologias construtivas. O estudo analisa ainda temas como tecnologia social, economia solidária e habitação de interesse social.

“Produção Social da Moradia no Brasil” é uma realização da Fundação CDDH Bento Rubião e da ARCHE Consultoria, Planejamento e Projetos, sendo assinado por Elsa Burguière, Flávio Henrique Ghilardi, João Paulo Oliveira Huguenin, Sandra Kokudai e Valerio da Silva.

A publicação é resultado de uma pesquisa realizada no âmbito do projeto Rede MORAR/TS - Desenvolvimento de Tecnologia Social para construção, recuperação, manutenção e uso sustentável de moradias, especialmente habitação de interesse social, com apoio da FINEP. A coordenação geral da Rede MORAR foi do profº Luiz Carlos Pinto da S. Filho (UFRGS), sendo que o Núcleo Rio de Janeiro contou com a coordenação de Adauto Lúcio Cardoso e Luciana Corrêa do Lago, professores do IPPUR/UFRJ e integrantes da Rede INCT Observatório das Metrópoles.

O livro contou ainda com apoio da Faperj, Caixa Econômica Federal, da Finep, do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional (IPPUR/UFRJ) e da Federação Nacional de Arquitetos e Urbanistas (FNA).

 

Inserido em: SEG, 19 de Dezembro de 2016 09:31