I.II Transformações econômicas da estrutura metropolitana: polarização, dispersão e integração

Esta sublinha compõe-se por dois projetos, apresentados a seguir:
a) Estrutura e dinâmica espaço-temporal das bases produtivas das metrópoles
Este projeto comportará diversos estudos diversos para analisar a estrutura interna e o porte das aglomerações urbano-metropolitanas, destacando suas diferenças e similaridades. Seus resultados atualizarão a classificação dos níveis de integração dos municípios à dinâmica das aglomerações. Entende-se por estrutura a composição da base produtiva, que será avaliada por diversos indicadores incorporados a partir das pesquisas: Cadastro Central de Empresa (CEMPRE/IBGE), Pesquisa Industrial Anual (PIA/IBGE), Pesquisa de Inovação Tecnológica (PINTEC), Relação Anual das Informações Sociais (RAIS/MTE), Censo Demográfico, entre outras. Serão empregadas análises econométricas para mensurar o efeito de variáveis e indicadores na conformação das estruturas metropolitanas, buscando captar a realidade multidimensional da rede de cidades e dessa estrutura metropolitana.

b) Mudanças da base produtiva e as transformações do mercado de trabalho das metrópoles
Neste estudo, será utilizada a metodologia desenvolvida pelo Observatório das Metrópoles com o intuito de avaliar o impacto dessas mudanças nas categorias socioocupacionais dos espaços metropolitanos brasileiros. Ademais, as informações dessas categorias serão cruzadas com dados de renda, setor de atividade, sexo, faixa etária, taxa de desemprego/subemprego, escolaridade, informalidade e cor. Para viabilizar essa análise, serão utilizadas as bases da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), da Pesquisa Mensal de Emprego (PME), da Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED), dos Censos Demográficos de 1991, 2000 e 2010 e de outras bases do IBGE e bases municipais que permitam identificar as mudanças econômicas, os investimentos em infra-estrutura viabilizados pelas esferas estatais, entre outros.
Responsáveis: Ricardo Machado Ruiz (CEDEPLAR) e Marco Aurélio Crocco Afonso (CEDEPLAR).
Equipe: André Mourthé de Oliveira – (PUC/BH e Doutorando pelo Instituto de Economia da UNICAMP), Luciana Lago (IPUUR-UFRJ), Rita Petra Kallabis (Núcleo Goiânia – mestranda da UFG), Eucelene de Melo Borges – (Núcleo Goiânia)

O laboratório da Coordenação Nacional da Rede INCT Observatório das Metrópoles está temporariamente fechado, por conta do incêndio ocorrido, no começo de outubro, no Prédio da Reitoria da UFRJ.

Pedimos que os contatos sejam realizados pelos seguintes e-mails:

Elizabeth Alves
beth@observatoriodasmetropoles.net

Assuntos administrativos

Karol de Souza
karol@observatoriodasmetropoles.net

Assessoria de Comunicação

Breno Procópio
comunicacao@observatoriodasmetropoles.net

Assuntos Acadêmicos

Juciano Rodrigues
juciano@observatoriodasmetropoles.net