30 Jun
Laboratório de Mobilidade Sustentável (LABMOB)
Lido 3381 vezes | Publicado em Notícias | Última modificação em 30-06-2016 18:36:54
 
tamanho do texto reduzir tamanho do texto aumentar tamanho do texto
Qualifique este item
(0 votos)

O PROURB/UFRJ promove o lançamento da plataforma virtual do Laboratório de Mobilidade Sustentável (LABMOB) com o objetivo de divulgar as soluções de pesquisa e design para a área do transporte ativo, incluindo infraestruturas cicloviárias e de pedestres. O Núcleo Rio de Janeiro da Rede INCT Observatório das Metrópoles é parceiro do LABMOB, sendo que uma das pesquisas desenvolvidas em conjunto foi o Perfil do Ciclista Brasileiro, lançado em 2015 em parceria com organizações brasileiras que atuam pela promoção da bicicleta como transporte urbano no país.

O LABMOB – Laboratório de Mobilidade Sustentável – faz parte do Programa de Pós-Graduação em Urbanismo (PROURB) da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Rio de Janeiro, coordenado pelo professor Victor Andrade.

Especialista em transporte ativo, mobilidade sustentável e projeto urbano e arquitetura     paisagística, Victor Andrade desenvolveu projetos e pesquisas no Brasil e no exterior – trabalhando para universidades, escritórios de arquitetura, consultorias e agências governamentais – tais como no maior projeto de pesquisa em Transporte Ativo na Escandinávia,  chamado Bikeability. Essa experiência ele trouxe para o Brasil e para o PROURB/UFRJ. “Quando cheguei aqui vi que havia uma demanda dos alunos de arquitetura e urbanismo para estudar o tema da mobilidade urbana e sustentável. Depois a coordenação do PROURB incentivou a criação do LABMOB”, explica Victor.

O laboratório contou na sua criação com recursos do Instituto Clima Sociedade (ICS) — produção do site e bolsas de pesquisa, mais aporte do CNPq, Capes e FAPERJ. Victor Andrade conta que um dos objetivos principais do LABMOB é incentivar pesquisadores e grupos de pós-graduação a produzirem pesquisa nesta área no país. “Queremos atuar com um catalizador para a pesquisa sobre transporte ativo no Brasil, estimulando a troca de informações e o networking — fundamentais para o desenvolvimento de conhecimento da área”.

O Núcleo Rio de Janeiro da Rede INCT Observatório das Metrópoles é parceiro do LABMOB, sendo representando pelo pesquisador Juciano Martins Rodrigues. O primeiro produto da parceria foi o Perfil do Ciclista Brasileira, produzido conjuntamente pela ONG Transporte Ativo e outras nove organizações que atuam pela promoção da bicicleta.

“Acho que o LABMOB é uma iniciativa que deve ser valorizada porque ela reúne pesquisadores  e estudantes interessados pela tema da mobilidade. Além disso, constitui um dos primeiros laboratórios em universidades brasileiras dedicado exclusivamente à mobilidade ativa — que engloba não só a mobilidade por bicicleta mas também a mobilidade a pé. E em tempos de crise de mobilidade, discutir o futuro das nossas cidades a partir dessa perspectiva é fundamental”, aponta Juciano Rodrigues.

PESQUISAS

Há uma revolução acontecendo nas cidades brasileiras tendo como protagonista os ciclistas urbanos. É o nascimento de uma cultura de mobilidade urbana emergente – focada nos pedestres e ciclistas – em resposta aos desafios sociais, econômicos e ambientais enfrentados pela sociedade brasileira. Diante desse contexto, a Transporte Ativo em parceria com outras nove organizações que atuam na promoção da bicicleta, mais Observatório das Metrópoles e PROURB/UFRJ, lançaram, em novembro de 2015, o estudo “Perfil do Ciclista Brasileiro” – estudo inédito que tem como objetivo oferecer informações sobre os usuários e o uso da bicicleta como transporte urbano no Brasil.


Segundo Victor Andrade, no ano de 2016 o LABMOB, Observatório das Metrópoles e Transporte Ativo irão publicar um livro analítico sobre os dados do “Perfil do Ciclista Brasileiro” — um desdobramento dos dados iniciais agora com análises de pesquisadores, vinculados ao meio acadêmico, de todo o Brasil. “A ideia é fazer um link entre universidades e organizações envolvidas com transporte ativo. Esse livro apresentará artigos de pesquisadores de áreas como urbanismo, engenharia, geografia e outros. E também a contribuição das organizações de cicloativismo”.

O coordenador do LABMOB conta ainda que no ano de 2017 será elaborado outro levantamento do “Perfil do Ciclista Brasileiro” — ampliando o número de cidades (previsão de 25) e incorporando novas questões.

O LABMOB participará da curadoria e organização do VeloCity 2018 na cidade do Rio de Janeiro, em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente do município.

OBJETIVOS

Os principais objetivos do Laboratório de Mobilidade Sustentável são:

— desenvolver pesquisa de ponta focando no transporte ativo;

produzir soluções inovadoras de design para infraestruturas cicloviárias e de pedestres;

— estruturar e fomentar uma rede nacional de pesquisadores sobre transporte ativo;

— preparar pesquisadores, urbanistas, planejadores e gestores urbanos;

— colaborar com a academia, setor privado e sociedade civil.

Com base na colaboração e inovação, tendo uma equipe qualificada, o Laboratório de Mobilidade Sustentável é uma plataforma para o desenvolvimento de soluções de pesquisa e design.

LABMOB propicia a colaboração inspiradora e frutífera entre academia, setor privado e sociedade civil.

 

http://www.labmob.prourb.fau.ufrj.br/

 



Etiquetado como:
O laboratório da Coordenação Nacional da Rede INCT Observatório das Metrópoles está temporariamente fechado, por conta do incêndio ocorrido, no começo de outubro, no Prédio da Reitoria da UFRJ.

Pedimos que os contatos sejam realizados pelos seguintes e-mails:

Elizabeth Alves
beth@observatoriodasmetropoles.net

Assuntos administrativos

Karol de Souza
karol@observatoriodasmetropoles.net

Assessoria de Comunicação

Breno Procópio
comunicacao@observatoriodasmetropoles.net

Assuntos Acadêmicos

Juciano Rodrigues
juciano@observatoriodasmetropoles.net