16 May
Cidades Virtuais: ensino de arquitetura e urbanismo por meio de games
Lido 2306 vezes | Publicado em Artigos Científicos | Última modificação em 18-05-2017 11:57:46
 
Imagem do jogo SimCity (simulador de gestão de cidades) Crédito: Reprodução/Web
tamanho do texto reduzir tamanho do texto aumentar tamanho do texto
Qualifique este item
(0 votos)

No século XXI, em plena revolução tecnológica, o professor é desafiado a se reinventar e buscar formas, processos, métodos, ferramentas e recursos didático-pedagógicos cativantes e inovadores. Neste artigo para a Revista Educação Temática Digital, o professor Pablo Lira apresenta a sua experiência com o projeto “Cidades Virtuais”, que consiste no uso planejado de uma dinâmica didático-pedagógica empreendida no curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Vila Velha (UVV), a partir do famoso jogo SimCity para favorecer a conexão dos conhecimentos teórico-conceituais com as atividades práticas em ambiente virtual.

A Rede INCT Observatório das Metrópoles vem desenvolvendo pesquisas como foco na inovação para a formação do chamado Profissional da Cidade, tanto na esfera das políticas públicas quanto na inserção desse profissional na nova Era do Conhecimento, pautada pelas Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs). O projeto “Cidades virtuais: uso de games para estudo de arquitetura e urbanismo”, do professor Pablo Lira (IJSN/UVV), é um exemplo de inovação em práticas pedagógicas: ele inseriu o game “SimCity” (simulador de cidades) nas aulas de Arquitetura e Urbanismo, permitindo aos estudantes verificar em ambiente virtual simulado a aplicabilidade e efetividade das teorias, instrumentos e mecanismos do planejamento urbano.

Segundo Lira, o projeto foi implementado em agosto de 2014 e está proporcionando um maior envolvimento por parte dos alunos de Arquitetura e Urbanismo da UVV, bem como uma maior difusão, compartilhamento de ideias e inserção social de práticas de ensinoaprendizagem inovadoras, na comunidade científica, o que amplia as possibilidades de aperfeiçoamento e replicação. Além disso, Cidades Virtuais foi um dos premiados do Prêmio Inova UVV 2015.

“O projeto Cidades Virtuais visa estimular os alunos a refletir de forma inovadora, em uma perspectiva heurística, para encontrar soluções, com base nas teorias trabalhadas nas aulas expositivas, para problemas complexos no campo da Arquitetura e Urbanismo. Nossos futuros arquitetos e urbanistas, com a referida dinâmica, exercitam e desenvolvem suas capacidades técnicas, de liderança, de gestão e de trabalho em equipe, bem como princípios de ética e cidadania”, afirma.

 

Estudantes de Arquitetura e Urbanismo UVV simulando a gestão da cidade


Neste artigo para a Revista Educação Temática Digital, Pablo Lira conta a experiência do projeto e analisa as potencialidades do uso da tecnologia dos games para o ensino-aprendizagem na área do planejamento urbano.

Acesse no link a seguir o artigo “Cidades Virtuais: a inovação no processo de ensinoaprendizagem universitário com a utilização do jogo SimCity”.

 



Etiquetado como:
O laboratório da Coordenação Nacional da Rede INCT Observatório das Metrópoles está temporariamente fechado, por conta do incêndio ocorrido, no começo de outubro, no Prédio da Reitoria da UFRJ.

Pedimos que os contatos sejam realizados pelos seguintes e-mails:

Elizabeth Alves
beth@observatoriodasmetropoles.net

Assuntos administrativos

Karol de Souza
karol@observatoriodasmetropoles.net

Assessoria de Comunicação

Breno Procópio
comunicacao@observatoriodasmetropoles.net

Assuntos Acadêmicos

Juciano Rodrigues
juciano@observatoriodasmetropoles.net