14 Jun
John Friedmann (1926-2017)
Read 1218 times | Published in Notícias | Last modified on 14-06-2017 13:22:45
 
John Friedmann Crédito: The University of British Columbia
font size decrease font size increase font size
Rate this item
(1 Vote)

A Rede INCT Observatório das Metrópoles presta homenagem ao professor John Friedmann (1926-2017), um dos pioneiros na construção da chamada Teoria da Cidade Global. Professor emérito da Escola de Políticas Públicas e Pesquisa Social da UCLA, Friedmann faleceu no dia 11 de junho, em Vancouver/Canadá, aos 91 anos, e deixou uma extensa contribuição teórica na área do planejamento urbano e regional, como também ofereceu seus ensinamentos através da docência e de assessorias a governos de diferentes partes do mundo. O professor Luiz Cesar Ribeiro lembra que Friedmann participou, em 1995, do Seminário "Baixada Fluminense: Povo, Cultura e Poder" — um dos marcos de fundação do Observatório das Metrópoles.

John Friedmann (nasceu em 1926 em Viena, Áustria; e morreu em 2017 em Vancouver/Canadá) era professor honorário na Escola de Planejamento Comunitário e Regional da Universidade da Columbia Britânica em Vancouver, Canadá; e Professor emérito na Escola de Políticas Públicas e Pesquisa Social da UCLA.

Em 1966, ele desenvolveu o modelo de quatro estágios de periferia do desenvolvimento regional, explicando que "onde o crescimento econômico é sustentado em longos períodos de tempo, sua incidência trabalha para uma integração progressiva da economia espacial". Dezenove anos depois, seu artigo The World City Hypothesis gerou um fluxo de pesquisas em geografia econômica, estudos de desenvolvimento e planejamento. Seu livro de 1987, Planning in the Public Domain: From Knowledge to Action, é amplamente utilizado como um texto no planejamento de escolas em todo o mundo.

Em 1988, Friedmann recebeu Distinguished Planning Educator Award da American Colegiate Schools of Planning. Suas conquistas foram internacionalmente reconhecidas, com Doutores Honorários da Universidade Católica do Chile e da Universidade de Tecnologia de Dortmund. Em 2006, foi o primeiro destinatário do Prêmio de Conferência ONU-Habitat "por sua contribuição excepcional e sustentada na pesquisa, pensamento e prática no campo dos assentamentos humanos". E em 2008, foi nomeado Conselheiro Honorário da Academia Chinesa de Planejamento Urbano e Design.

A produção de Friedmann inclui 16 livros de sua autoria, 11 livros co-editados e mais de 150 capítulos, artigos e revisões. A pesquisa atual de Friedmann centrava-se nos processos de urbanização, particularmente na China. Seus livros mais recentes incluem The Prospect of Cities (2002), Transição urbana da China (2005) e Insurgencies: Essays in Planning Theory (2011). Muitos de seus escritos foram traduzidos para várias línguas, incluindo japonês, italiano, espanhol, português, persa e chinês.

 

***Com informações da Wikipedia e The University of British Columbia.



Tagged under: