10 Oct
Observatório de Maringá inicia nova etapa do Trilhas Urbanas
Lido 99 vezes | Publicado em Notícias | Última modificação em 11-10-2017 21:18:47
 
Nova trilha no Tecno Parque Crédito: Lilian Chirnev/Observatório Maringá
tamanho do texto reduzir tamanho do texto aumentar tamanho do texto
Qualifique este item
(0 votos)

O Observatório das Metrópoles Núcleo UEM/Maringá iniciou no dia 9 de outubro mais uma etapa do projeto Trilhas Urbanas. A primeira atividade foi realizada em dois locais distintos, com visita ao Parque Industrial 3 e em seguida ao Distrito de Floriano, ambos localizados em Maringá/PR. O objetivo da ação é realizar aulas abertas sobre o Direito à Cidade e, a partir do trajeto vivenciado, propiciar a divulgação de informações e o fomento ao debate sobre os percalços do desenvolvimento urbano de Maringá e região.

O Parque Industrial 3 foi o primeiro local escolhido para dar início ao projeto Trilhas Urbanas em 19 de março de 2015 e depois foi incluído em outros momentos. Esse enigmático local reabriu as atividades no dia 9 de outubro, e a escolha se justifica pelo fato do empreendimento ter sido viabilizado com vultosos recursos do município - provenientes do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) e do ISS (Imposto Sobre Serviço de qualquer natureza), mais de R$ 130 milhões investidos na implantação do conjunto de infraestrutura que hoje compõe o Parque Industrial 3.

Após anos de instalação e uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) realizada pela Câmara de Maringá – que em quase nada resultou - o local ainda continua desocupado. Parte da estrutura elétrica já foi alvo de furtos e a situação de não ocupação e abandono, deixa aquele pedaço de cidade perdido na zona rural e ainda suscetível ao desgaste do tempo.

Em todos os aspectos o empreendimento está em total descumprimento com a função social da cidade. O Parque Industrial 3 foi uma ação do Executivo cujo lançamento foi feito pelo então prefeito Silvio Barros em julho de 2012. A Prefeitura desapropriou vários sítios de forma amigável ou não, perfazendo mais de 100 alqueires na Estrada Pinguim, sendo o terreno alvo de desapropriação, o que levou as famílias historicamente ali residentes, a se mudarem do lugar onde viveram uma vida inteira.

PRÓXIMA ETAPA DO TRILHAS URBANAS

O segundo percurso será nos conjuntos do programa Minha Casa Minha Vida (MCMV) no distrito de Floriano. Na perspectiva da Sociologia Urbana o local se destaca, pois reproduz o processo de segregação social que caracteriza a dinâmica de formação de Maringá. A população de baixa renda é constantemente retirada das áreas mais próximas aos centros urbanizados e removida para casas distantes dos principais equipamentos públicos de saúde, educação, mobilidade, eixos de comércio de serviços, etc.

Essas e outras questões serão abordadas durante o trajeto do Trilhas Urbanas. O evento é gratuito e aberto ao público. O local de saída será em frente a agência da Caixa Econômica Federal (CEF), instalada dentro do Câmpus Sede da UEM, às 13h30. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (44) 30114287.

PROGRAMAÇÃO

Dia 09/10/2017 (segunda-feira)

Horário de saída: 13h:30min
Horário de retorno: 17h:00min
Destino: Parque Industrial de Maringá e distrito de Floriano.

Dia 23/10/2017 (segunda-feira)

Horário de saída: 13h:30min
Horário de retorno: 17h:00min
Destino: Jardins de Monet
Estrada Romeirinha, Gleba Ribeirão Centenário, Lotes 16-A, 17, 18 e 76 • Maringá-PR

Dia 05/11/2017 (segunda-feira)

p.p1 {margin: 0.0px 0.0px 12.0px 0.0px; font: 13.0px Arial} span.s1 {letter-spacing: 0.0px}

Horário de saída: 13h:30min
Horário de retorno: 17h:00min
Destino: Parque Residencial Aeroporto, nas imediações da Avenida José Alves Nendo, onde está localizado o antigo aeroporto.

ATENÇÃO – Se estiver chovendo a atividade será cancelada.

Para mais informações, acesse o site do Núcleo Maringá do Observatório das Metrópoles.


 

» Com informações de Lilian Chirnev, Assessoria de Comunicação do Núcleo Maringá.



Etiquetado como:
O laboratório da Coordenação Nacional da Rede INCT Observatório das Metrópoles está temporariamente fechado, por conta do incêndio ocorrido, no começo de outubro, no Prédio da Reitoria da UFRJ.

Pedimos que os contatos sejam realizados pelos seguintes e-mails:

Elizabeth Alves
beth@observatoriodasmetropoles.net

Assuntos administrativos

Karol de Souza
karol@observatoriodasmetropoles.net

Assessoria de Comunicação

Breno Procópio
comunicacao@observatoriodasmetropoles.net

Assuntos Acadêmicos

Juciano Rodrigues
juciano@observatoriodasmetropoles.net